Glossário

A

Anemia

Situações em que o sangue se encontra deficitário de glóbulos vermelhos ou hemoglobina. Pode ser causada, entre outras causas, pela perda de sangue devida a doenças do cólon (por exemplo, pólipos ou cancro).

Acalásia

Situação em que o Esfincter Esofágico Inferior, válvula que separa o esófago do estômago, não relaxa adequadamente, dificultando a passagem dos alimentos.

Ânus

Orifício na parte final do reto, por onde são expulsas as fezes.

B

Bílis

Secreções do fígado, que normalmente se acumulam na vesícula biliar e que auxiliam na digestão e na absorção dos alimentos assim como na estimulação dos movimentos intestinais.

Biopsia

Amostra de tecido, colhida com intuitos diagnósticos.

C

Cancro

Doença na qual as células se multiplicam sem controlo do organismo. As células cancerosas invadem os tecidos e orgãos adjacentes e disseminam-se para outras partes do organismo.

Cego

Primeiro segmento do cólon.

Colonoscopia

Exame completo do cólon com colonoscópio. Proporciona um diagnóstico preciso da maioria das doenças que afectam o cólon. Permite, ainda, a realização de tratamentos, como seja a remoção de pólipos (polipectomia).

Colonoscópio

Instrumento flexível, tubular e com iluminação própria que permite examinar todo o interior do intestino grosso. Permite, igualmente, a recolha de pequenos fragmentos da mucosa (biopsias) para estudo microscópico.

Colectomia

Remoção total ou parcial do cólon.

Cólon

Intestino grosso.

Colite

Inflamação do cólon.

Colostomia

Orifício artificial, criado cirurgicamente, que consiste numa ligação direta do cólon à parede abdominal, através da qual ocorre a saída das fezes, geralmente para um saco coletor.

D

Diafragma

Parede muscular que separa o tórax do abdómen.

Diarreia

Movimentos intestinais muito frequentes, com expulsão de fezes moles, geralmente líquidas.

Dilatação

Expansão de um órgão ou vaso.

Duodeno

Primeira porção do intestino delgado.

Disfagia

Dificuldade em engolir ou sensação de obstrução na passagem dos alimentos em direção ao estômago.

E

Endoscopia Digestiva

Procedimento que consiste na utilização de tubos flexíveis, com pontas manobráveis pelo executante, conhecidos como endoscópios, que permitem a visualização de imagens do tubo digestivo em monitores de televisão

Endoscópio

Instrumento médico, que consiste num tubo, geralmente fino e flexível, com sistema de iluminação e uma câmara na extremidade, permitindo observar o interior de uma cavidade corporal.

Enterite

Irritação e/ou inflamação do intestino delgado.

Enteroscopia

Observação do interior do intestino delgado com recurso a um endoscópio.

Esofagite

Irritação e/ou inflamação do esófago.

Esófago

Órgão que faz a ligação da boca e faringe ao estômago.

Etiologia

Causa.

Estenose

Estreitamento anormal de um órgão tubular.

Esfíncter

Estrutura muscular em anel que abre e encerra como uma válvula e que está localizado em pontos específicos do tubo digestivo.

F

Fissura Anal

Ferida no canal anal/ânus.

Fecalito

Massa dura de fezes secas.

Fístula

Comunicação anormal entre dois órgãos ou entre um órgão e o exterior do corpo.

G

Gastrite

Irritação e ou inflamação do revestimento interno do estômago.

Gastrenterologia

Área da Medicina que se preocupa com a estrutura, a função e os distúrbios do sistema digestivo.

Gastrostomia

Ligação direta do estômago à parede abdominal, criada através de uma intervenção cirúrgica, endoscópica ou radiológica, e que permite manter a alimentação em indivíduos impossibilitados de deglutir os alimentos.

H

Helicobacter pylori

Bactéria que se instala no estômago e que pode estar na origem de úlceras gástricas e/ou duodenais bem como de cancros do estômago.

Hemorróidas

Veias a nível do ânus e reto inferior, que se encontram edemaciadas e/ou inflamadas.

I

Ileostomia

Orifício artificial, criado cirurgicamente, que consiste numa ligação direta do íleon à parede abdominal, através da qual ocorre a saída do material fecal, geralmente para um saco coletor.

Íleon

Terceiro e último segmento do intestino delgado, que se une depois ao cólon através da válvula ileocecal.

Intestino Delgado

Segmento do tubo digestivo localizado entre o estômago e o intestino grosso.

J

Jejuno

Segunda porção do intestino delgado, situada entre o duodeno e o íleon.

L

Litíase

Presença de "cálculos" ou "pedras", que são pequenas formações sólidas, móveis, numa cavidade de um órgão ou num canal.

M

Motilidade

Movimento de conteúdo no interior do tubo digestivo.

Manometria

Teste que mede as pressões e as contrações no interior do tubo digestivo.

N

Nutrição Entérica

Quando os alimentos são colocados diretamente no estômago ou no duodeno através de uma sonda (tubo) posicionada a partir do nariz.

Nutriente

Composto químico (proteinas, lípidos, hidratos de carbono, vitaminas ou minerais) que constituem os alimentos.

O

Obstipação

Dificuldade em defecar ("prisão de ventre"), com redução no número de movimentos intestinais e/ou expulsão de fezes muito duras.

P

Pancreatite

É uma doença caracterizada por uma inflamação do pâncreas, a qual surge quando os enzimas pancreáticos normalmente utilizados na digestão dos alimentos, são libertados dentro do pâncreas, iniciando um processo de digestão do órgão.

Pólipos

Estrutura/Crescimento anormal que se desenvolve a partir do revestimento interno do tubo digestivo, fazendo saliência para o seu lúmen. Podem ocorrer em qualquer segmento mas são mais comuns no intestino grosso.

Proctite

Irritação e/ou inflamação do revestimento interno do reto.

R

Reto

Segmento final do intestino grosso, conduzindo ao ânus.

S

Síndrome

Conjunto de sintomas e/ou sinais que ocorrem em conjunto e sugerem a presença de uma determinada doença ou uma probabilidade aumentada de desenvolver essa mesma doença.

U

Úlcera

Solução de continuidade ("Ferida") da mucosa.