Complicações

  • Reações adversas à sedação (complicações cardiopulmonares)
  • Reações alérgicas ao antibiótico ou aos sedativos
  • Infeção do estoma (local de inserção da sonda na parede abdominal)
  • Dor abdominal peri-estoma 
  • Pneumoperitoneu (ar na cavidade abdominal; na maioria dos casos sem qualquer gravidade e com resolução espontânea) 
  • Hemorragia
  • “Buried bumper syndrome” (imersão do botão interno da PEG na mucosa gástrica)
  • Herniação gástrica através do estoma da PEG
  • Fasceíte necrotizante (infeção grave da parede abdominal)
  • Perfuração de ansa intestinal aquando da colocação da PEG
  • Peritonite (infeção intra-abdominal)
  • Saída de conteúdo gástrico peri-estoma 
  • Obstrução/Deslocação do tubo da PEG 
  • Ulceração gástrica
  • Refluxo gastro-esofágico
  • Pneumonia de aspiração
  • Disseminação tumoral no trajeto da PEG
  • Gastroparésia transitória ou ileus (parésia intestinal)
  • Fístula colocutânea

Como em todos os atos médicos interventivos há um risco de mortalidade, embora reduzido (0,5% a 1%).