Hérnia do Hiato

{expansivel}

O que é?

O diafragma é um músculo que separa o tórax do abdómen.

Este músculo tem um pequeno orifício (hiato) que permite a passagem do esófago para a cavidade abdominal, de forma a unir-se ao estômago.

Habitualmente todo o estômago encontra-se abaixo do diafragma, na cavidade abdominal. A hérnia do hiato ocorre quando existe um deslizamento da porção mais alta do estômago para o tórax, através do hiato do diafragma.

{/expansivel}

{expansivel}

Qual a sua causa e fatores de risco?

A hérnia do hiato pode ocorrer:

  1. Por fraqueza do diafragma que permite a passagem de parte do estômago pelo hiato;
  2. Se nascer com um hiato demasiado largo;
  3. Por traumatismo torácico ou abdominal;
  4. Por pressão excessiva e mantida dos músculos adjacentes, causada por exemplo pela tosse, espirros, esforço defecatório ou levantamento de pesos.

A hérnia do hiato é mais frequente em pessoas com mais de 60 anos e nos obesos.

{/expansivel}

{expansivel}

Quais os sintomas?

Uma hérnia do hiato de pequenas dimensões habitualmente não condiciona sintomas e é detetada em exames solicitados por outro motivo.

Contudo, esta entidade pode ser responsável por uma alteração dos mecanismos de proteção contra a passagem do ácido do estômago para o esófago, condicionando sintomatologia de doença de refluxo gastro-esófágico, nomeadamente dor na região anterior do tórax do tipo ardor ou queimadura.

Uma hérnia de grandes dimensões pode, ainda, causar dificuldade na passagem dos alimentos (disfagia).

{/expansivel}  

{expansivel}

Como se diagnostica?

A hérnia do hiato é, habitualmente, diagnosticada durante a realização de uma endoscopia digestiva alta.

Por vezes esta alteração pode, também, ser detetada em exames imagiológicos como é o caso da TC torácica ou abdominal ou do estudo contrastado do esófago e do estômago.

{/expansivel}

{expansivel}

Como se trata?

Hérnias que não condicionem sintomas não necessitam de tratamento.

Caso as pessoas apresentem sintomas de doença de refluxo gastro-esofágico, habitualmente o médico prescreve medicamentos destinados a reduzir a secreção de ácido pelo estômago e sugere as alterações do estilo de vida e dietéticas adequadas a esta patologia.

Hérnias sintomáticas e de grandes dimensões podem necessitar de correção cirúrgica.